Como Registrar

Branding: saiba o que é e a importância da marca.

Antes de tudo, pense em uma marca, tenha em mente suas características e o que lhe faz pensar imediatamente nela. Você consegue perceber que algumas empresas têm uma marca forte e consolidada? Esse fortalecimento de marca é o que podemos entender como Branding! De forma direta: brand é a marca e branding é a gestão dessa marca.

Branding é uma estratégia de marketing que vem sendo utilizada pelas maiores marcas do mundo há bastante tempo. Você reconhece dois arcos amarelos em um fundo vermelho como o McDonald’s? Ou associa felicidade à Coca-Cola? Ou até mesmo já sabe qual é a empresa em apenas ouvir “Tudum”?

Esse conjunto de exemplos representa, basicamente, um branding bem elaborado e executado. A marca vai muito além do seu nome ou visual, é tudo o que você pensa e sente sobre determinada empresa ou produto. Assim, o branding vai conduzir a forma que essas associações intangíveis, que se relacionam com a sua empresa, irão chegar ao seu público-alvo.

Um dos principais objetivos do branding é criar conexões e sensações, que serão relevantes na hora da decisão de compra do cliente. Esse tipo de estratégia busca a admiração dos consumidores pelos valores que a marca adota.

Com a grande influência das mídias digitais, muitas empresas se depararam com um impasse: garantir que seu público continuasse dando audiência e gerando engajamento para sua marca. Desse modo, o branding entra em cena como uma forma de aumentar sua relevância no mercado, assegurar o entendimento de seu posicionamento, intensificar sua visibilidade e gerar uma boa reputação com o seu público-alvo, visando ter um crescimento de marca de forma inteligente e duradoura.

Mas afinal o que é marca?

Estamos falando tanto nesse termo, mas não abordamos de fato o que é.

Uma marca não se caracteriza apenas por um nome, logotipo ou identidade visual. Marca pode ser entendida como um conjunto de significados, sentimentos e experiências que o seu público teve ou criou com o produto ou serviço que a sua empresa oferta.

Na maioria das vezes esse é um processo muito individual, pois cada pessoa irá entender sua marca de uma maneira diferente, baseado nos contextos que ela está inserida e principalmente nas experiências vividas com a sua empresa.

Apesar de a marca ser tudo isso que abordamos, o Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI), órgão responsável pelo registro de marcas aqui no Brasil, não reconhece esse conjunto de definições como algo registrável. Marca na concepção do órgão é: “todo sinal distintivo, visualmente perceptível, que identifica e distingue produtos e serviços, bem como certifica a conformidade dos mesmos com determinadas normas ou especificações técnicas”. Em resumo, são consideradas marca aquelas que são visualmente perceptíveis.

O INPI contempla registro para 4 formas de marca: nominativa, figurativa, mista ou tridimensional. Um exemplo é o cheiro tão característico da marca Melissa que não pode ser registrado aqui no Brasil, pois o órgão não concede registro para marcas olfativas. Mas existem vários países, como Estados Unidos, França e Austrália, que possuem uma definição de marca mais abrangente e flexível, que se estende não somente a marcas tradicionais que estamos acostumados, mas também para formas não tão convencionais.

Apesar disso, o registro de marcas, seja somente visualmente perceptível, é de extrema importância. Pois, sem ter a segurança que o registro garante, nada impede de que um concorrente se aproprie da sua marca e consequentemente da sua história.

Através do branding posso fortalecer minha marca?

O Branding irá gerir o conjunto de significados que formam uma marca e assume um papel importantíssimo no dia a dia das pessoas. Uma gestão de marca bem feita pode pesar para o lado positivo na hora da decisão de compra do consumidor.

O seu público precisa se conectar com algum significado que está atrelado a sua marca, podendo ser por questões tangíveis (como qualidade, durabilidade e confiança) ou algo mais intangível (como os seus valores de marca ou causas associadas). Uma pessoa pode escolher sua marca por já conhecer a qualidade do seu produto ou serviço. Ou porque se identifica com os valores de marca que você dissemina: é uma marca preocupada com o meio ambiente, está atrelada a uma causa, etc.

Quanto mais conceituais e intangíveis forem as associações feitas a sua marca, mais única ela se torna e como consequência maior é o vínculo entre a marca e seu público-alvo. Uma marca precisa ter uma identidade forte e uma comunicação coerente com suas missões e valores. Pois, isso irá potencializar e gerenciar como o seu público enxergará o que está sendo construído pela sua empresa.
Quando o branding, o posicionamento de marca e as mensagens-chave estão alinhados, o seu cliente se engaja mais rápido, converte mais rápido e indica mais a sua marca. Atualmente, ninguém é fã de uma marca apenas porque o produto ou serviço é de qualidade, isso é básico! Veja o exemplo da Netflix, os clientes são fãs, brand lovers, pois a marca é inovadora, divertida e principalmente original.

Portanto, criar e manter uma boa estratégia de branding é importantíssimo se você quiser que a sua marca se torne uma líder de mercado. O processo não é simples, mas pode trazer benefícios perceptíveis para a sua empresa.

Mas preciso te lembrar que investir em branding, sem ter registro de marca perante o INPI pode fazer você perder todo o seu investimento.

Autor(a): Maria Bárbara Barbosa

Compartilhe